As principais notícias desta sexta-feira 05 de julho

Por Jornalismo Rede Nova - 05/07/2019

Previdência é aprovada em comissão, e vai ao plenário

A Comissão Especial da reforma da Previdência encerrou ontem a votação da proposta, depois de 16 horas de debates, devolvendo ao setor rural um benefício tributário que retira R$ 83,9 bilhões da economia esperada de R$ 1,071 trilhão. O benefício foi o último destaque que precisava ser avaliado pela comissão. O relatório da reforma da Previdência foi aprovado no começo da tarde de quinta, por 36 votos a 13 na comissão especial. Agora, a proposta segue para o plenário da Câmara, onde terá de passar por dois turnos de votação e necessitará do apoio de ao menos 308 dos 513 deputados. Depois, se aprovada, vai para o Senado.

Destaque que beneficia PMs e bombeiros é aprovado

A comissão especial da reforma da Previdência aprovou nesta quinta-feira, 4, por votação simbólica, o destaque nº 139, apresentado pela bancada do DEM, pela retirada do texto do artigo que determinava que policiais militares e bombeiros teriam regras de aposentadoria igualadas às Forças Armadas até que os Estados aprovem legislações próprias para os regimes das categorias. Atualmente, o tempo de contribuição exigido a policiais e bombeiros é de 30 anos, e cada Estado define suas alíquotas de contribuição previdenciária. Ao igualá-los às Forças Armadas, esse tempo mínimo pode subir para 35 anos, conforme projeto de lei que foi apresentado pelo governo em março, mas continua parado na Câmara dos Deputados.

Na internet, Bolsonaro defende trabalho infantil

Em sua transmissão semanal ao vivo em uma rede social o presidente Jair Bolsonaro disse que o trabalho não prejudica as crianças. Ao lembrar que, quando criança, trabalhou na colheita de milho em uma fazenda em Eldorado Paulista (SP), Bolsonaro afirmou que o trabalho não prejudica as crianças. Mas procurou evitar mal-entendidos e disse que não apresentaria um projeto para descriminalizar o trabalho infantil, pois se fizesse isso, seria ‘massacrado’.

Presidente escolhe Carlos Velloso Filho para vaga no TSE

O presidente Jair Bolsonaro decidiu escolher o advogado Carlos Velloso Filho para a vaga de ministro-substituto do Tribunal Superior Eleitoral. A nomeação deve ser publicada na edição desta sexta-feira do ‘Diário Oficial da União’. Velloso Filho era considerado o favorito para a vaga. Ele é filho do ex-presidente do STF Carlos Velloso. A nomeação ocorre em meio à controvérsia com a lista tríplice do TSE, encabeçada pela advogada Daniela Teixeira, que já defendeu publicamente a condenação de Jair Bolsonaro no caso em que ele é réu por incitação ao crime de estupro.

Lula sabia de propina para sediar Rio-2016, diz Cabral

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral afirmou na quinta-feira à Justiça Federal que comprou por US$ 2 milhões os votos de nove integrantes do Comitê Olímpico Internacional para garantir que o Rio de Janeiro fosse escolhido sede da Olimpíada de 2016. Segundo Cabral, o então prefeito do Rio, Eduardo Paes, e o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva souberam da negociação, mas não participaram nem obtiveram vantagens com ela.

Ex-aluno morre esfaqueado por segurança na PUC-SP

Um ex-aluno foi morto no interior do câmpus da Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP) na Consolação, região central de São Paulo, na tarde de quinta-feira. O suspeito é um segurança do local que se envolveu numa briga com o estudante. Em nota, a reitoria da PUC-SP disse lamentar profundamente o ocorrido e que está colaborando com as autoridades para o esclarecimento das circunstâncias referentes ao caso.

Brumadinho (MG): corpo de vítima é achado intacto

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais localizou na noite dessa quarta-feira, 3, o corpo de uma vítima masculina do rompimento da barragem de Córrego do Feijão, em Brumadinho. O corpo estava “praticamente intacto”, informou a assessoria de comunicação dos Bombeiros. Ele portava um documento de identidade no bolso da calça que possibilitou localizá-lo entre os nomes da lista de pessoas ainda desaparecidas.

Frente fria derruba temperaturas no Sul e Sudeste

Uma frente fria vai atingir o País, com maior influência no Sul e no Sudeste. As regiões devem sentir um frio mais intenso até o dia 8 de julho. De acordo com a previsão, essa será a frente fria mais forte do inverno de 2019. Haverá condições para a formação de neve nas regiões mais altas do Sul durante o fim de semana. De acordo com o Climatempo, os dias com maiores chances de nevar são sexta-feira (5) e a madrugada do sábado (6).

Facebook explica causa de falha em suas redes

O Facebook revelou o que aconteceu na tarde de quarta-feira (3), quando seu app da rede social, o Instagram e o WhatsApp enfrentaram problemas. Após quase um dia inteiro de instabilidade, a empresa informou que tudo foi causado por um teste de rotina que deu errado. O problema afetou principalmente o Instagram, plataforma totalmente voltada para troca de fotos e vídeos. Pelo Messenger e WhatsApp, ainda havia a possibilidade de enviar mensagens de texto normalmente.

FUTEBOL

CBF garante Tite no comando da seleção

A CBF divulgou na noite de quinta-feira uma nota oficial para garantir a permanência da comissão técnica comandada por Tite após o final da Copa América. O comunicado é uma resposta ao jornalista Juca Kfouri, que na manhã de ontem informou que o técnico, insatisfeito com o desmanche de sua comissão, cogita entregar o cargo depois da final de domingo (7) diante do Peru.

MP proíbe torcida organizada do São Paulo nos estádios

Depois de proibir torcidas mistas nos clássicos para evitar confrontos entre rivais, o Ministério Público de São Paulo mostra preocupação com as brigas entre torcedores do mesmo clube. Para minimizar conflitos como esse, o MP enviou ofício à Federação Paulista de Futebol recomendando que seja proibida a entrada de pessoas com faixas, faixas ou adereços da organizada Independente, do São Paulo, aquela que vem se envolvendo em mais conflitos em 2019. A federação vai acatar o pedido. A organizada disse que ainda não foi informada oficialmente da determinação. Torcidas de outros clubes podem sofrer a mesma sanção.