Novo projeto de lei reduz custos aumenta a eficiência da gestão de Campo do Tenente

Por Jornalismo Rede Nova - 11/05/2017

DSC_0143

Tendo em vista a atual situação econômica que se encontra o país, os reflexos são sentidos diretamente na gestão pública municipal, implicando em medidas para redução de gastos que muitas vezes impactam diretamente na vida dos cidadãos.

A Prefeitura de Campo do Tenente está adotando uma série de ações para reduzir as despesas e atender à Lei de Responsabilidade Fiscal – Lei complementar nº 101/2000.Conforme esta Lei, o limite prudencial de gasto com pessoal é de 51,30% sobre a receita líquida corrente e 54% o limite máximo legal de gastos com pessoal. Para isso enviou um projeto a Câmara de Vereadores com a nova disposição e a nova tabela de vencimento para comissionados que prevê uma série de ajustes na atual lei atual entre elas destaca-se a exclusão de gratificações, sendo que o valor fixado na lei não poderá ser alterado através de abonos que antes poderiam ser de até 100%, a reorganização do quadro de comissionados promoverá economia com o ganho de eficiência.

De acordo com o Prefeito Jorge Quege, as adequações trarão um avanço significativo na estrutura administrativa da prefeitura, lembra também que busca desde o primeiro mandato busca montar uma equipe administrativa contratada através de concurso público, gerando mais estabilidade e uma continuidade nas políticas públicas, já que antes a equipe administrativa seria em grande parte formada por funcionários não concursados. “Avançamos muito com a contratação de funcionários concursados, agora com este novo projeto vamos trazer economia aliada a eficiência”.