As principais notícias desta terça-feira 14 de maio

Por Jornalismo Rede Nova - 14/05/2019

Justiça autoriza quebra de sigilo e Flávio e Queiroz

A apuração do Ministério Público do Rio de Janeiro sobre movimentações financeiras suspeitas de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL), vai completar 500 dias no próximo sábado, mas ainda não há conclusão a respeito do caso. O andamento mais recente foi a autorização da Justiça para a quebra de sigilo fiscal do senador e de Queiroz, como revelado pelo jornal ‘O Globo’ na segunda (13). A quebra de sigilo também se estende a 88 ex-funcionários do senador, familiares e empresas ligadas a eles.

MP: Flávio faz esforços para interromper investigação

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) afirmou que o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) tem direcionado seus esforços para tentar interromper investigações sobre movimentações financeiras atípicas em seu gabinete de deputado estadual no Rio e se recusa a prestar esclarecimentos aos procuradores embora já tenha sido convidado diversas vezes. A nota oficial do MP foi divulgada na tarde desta segunda-feira, 13 de maio, em resposta a uma entrevista exclusiva concedida pelo senador ao Estado. Na entrevista, Flávio afirma que “há grande intenção de alguns do Ministério Público de me sacanear, de mais uma vez colocar em evidências coisas que não fiz”.

STJ julga habeas corpus de Temer

Está marcado para as 14h desta terça-feira (14) o julgamento na Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça sobre o habeas corpus movido pela defesa do ex-presidente Michel Temer (MDB), preso pela segunda vez na última quinta-feira, após se apresentar voluntariamente para cumprir o mandado de prisão expedido pela juíza Caroline Figueiredo, substituta da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro. Quatro juízes votarão no caso de Temer. Em caso de empate, o emedebista será solto.

Ministro se diz impedido para julgar recurso 

Um dos cinco ministros que compõem a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) se declarou impedido para o julgamento do habeas corpus movido pela defesa do ex-presidente Michel Temer (MDB), marcado para as 14h desta terça-feira, 14. O ministro Sebastião Reis Júnior alegou que o escritório no qual ele era advogado antes de chegar ao STJ defendeu a Eletronuclear em processos na Justiça. A estatal está no centro das suspeitas que levaram Temer à cadeia na Operação Descontaminação. Segundo a assessoria do tribunal, Reis Júnior respaldou sua suspeição para o caso em um artigo do Código de Processo Civil que prevê que um juiz fica impedido de atuar em um processo “em que figure como parte cliente do escritório de advocacia de seu cônjuge, companheiro ou parente, consanguíneo ou afim, em linha reta ou colateral, até o terceiro grau, inclusive, mesmo que patrocinado por advogado de outro escritório”.

Juíza autoriza transferência de Temer para quartel

Após manifestações favoráveis do Ministério Público Federal, da Polícia Federal e da PM, a juíza substituta da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, Caroline Figueiredo, pode autorizar nesta segunda-feira, 13, a transferência do ex-presidente Michel Temer (MDB) – atualmente preso na sede da PF em São Paulo – para unidade do Comando de Policiamento de Choque da Polícia Militar de São Paulo. O emedebista cumpre prisão preventiva no âmbito da Operação Descontaminação, braço da Lava Jato no Rio. Os pareceres das autoridades concordam com pedido de sua defesa, que requereu a ele uma Sala de Estado Maior. Nesta sexta-feira, a Polícia Federal já havia pedido à juíza federal substituta da 7ª Vara Criminal, Caroline Vieira Figueiredo, autorização para transferir Temer. “Desta forma, solicitamos autorização de Vossa Excelência para a transferência imediata do preso para a sala de Estado Maior localizada no Comando de Policiamento de Choque, da Polícia Militar do Estado de São Paulo”, afirmou o delegado da PF em São Paulo Luiz Roberto Ungaretti Godoy.

Maia é citado na delação de dono da Gol

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia,foi citado na delação premiada do empresário Henrique Constantino, um dos donos da companhia aérea Gol, fechada com o Ministério Público Federal e homologada no dia 16 de abril. Constantino concluiu o acordo de colaboração depois de se tornar réu em uma ação penal aberta a partir das investigações da operação Cui Bono, que apura um esquema de corrupção na Caixa Econômica Federal.

SP multará quem usar patinete na calçada

Pressionado por acidentes registrados na última semana envolvendo patinetes elétricos, o prefeito de São Paulo Bruno Covas (PSDB) anunciou na segunda-feira que vai multar quem andar com o veículo na calçada ou sem capacete nas ruas paulistanas. A penalidade pode variar entre R$ 100 reais e R$ 20 mil. Um decreto será publicado nesta terça-feira determinando a obrigatoriedade do uso de capacete, a proibição da circulação nas calçadas, a restrição de uso em ciclovias, ciclofaixas, ciclorrotas ou ruas com limite de velocidade de até 40 km/h, e velocidade máxima do patinete de até 20 km/h.

Itaú planeja fechar até 400 agências no País

O Itaú Unibanco iniciou um plano para fechar até 400 agências no País, em um impulso do maior banco privado do Brasil para se adequar à migração das transações bancárias de clientes para canais eletrônicos e ampliar a rentabilidade. O número representa quase 10% dos cerca dos 4,2 mil pontos físicos do banco, incluindo agências e postos de atendimento.

Azul oferece US$ 145 milhões por parte da Avianca 

A companhia aérea Azul informou, nesta segunda-feira, 13, que protocolou na Justiça uma nova proposta para comprar parte das operações da Avianca Brasil, empresa que passa por processo de recuperação judicial. Em nota a investidores, a Azul disse que requereu junto à Justiça de São Paulo, uma autorização específica para a compra de uma “nova Unidade Produtiva Isolada (Nova UPI)”, espécie de empresa que seria criada a partir do desmembramento da Avianca, no valor mínimo de 145 milhões de dólares (cerca de 580 milhões de reais). A nova oferta da Azul prevê a compra de 21 slots (autorizações de pouso e decolagem), que a Avianca detém atualmente no Aeroporto de Congonhas; 14, no Santos Dumont, e 7 no aeroporto de Brasília. O valor é maior que o ofertado anteriormente, de 105 milhões de dólares (420 milhões de reais). A proposta da Azul é 5 milhões de dólares maior do que a oferecida pela Gol e pela Latam juntas. O pedido da Azul ainda está sujeito à análise da 1ª Vara de Falências e Recuperação Judicial de São Paulo.

Trump volta a ameaçar o Irã

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, alertou que o Irã ‘sofreria muito’ se tentasse interferir nos interesses norte-americanos depois de Washington destacar um porta-aviões e mais aviões de combate em um momento de aumento de tensões com o governo de Teerã. Os comentários de Trump acontecem após os Emirados Árabes Unidos reportarem que quatro embarcações haviam sido sabotadas no domingo perto do emirado de Fujairah, nas imediações do Estreito de Hormuz.

FUTEBOL

Chaveamento da Libertadores pode ter final brasileira

O sorteio promovido pela Conmebol na noite de segunda-feira (13), em Luque, no Paraguai, definiu os confrontos das oitavas de final da Copa Libertadores e todo o chaveamento da competição até a final do torneio. Não haverá nenhum confronto brasileiro nas oitavas, mas o cenário começa a mudar a partir das quartas de final. O Cruzeiro, que pegou o River Plate nas oitavas de final, por exemplo, pode enfrentar o Athletico-PR, que pegou o Boca Juniors, apenas em uma semifinal. Do outro lado, o Palmeiras pode enfrentar o Grêmio nas quartas, enquanto Flamengo e Internacional podem definir a outra vaga para a semifinal.

Libertadores pode ter VAR em todas as fases em 2020

O paraguaio Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, revelou nesta segunda-feira (13) a intenção de que a próxima edição da Taça Libertadores, em todas as fases, conte com a utilização do VAR. O dirigente classificou como “inviável” a possibilidade do principal torneio do continente não utilizar o árbitro de vídeo, o que, até este ano, só aconteceu a partir das oitavas de final. Domínguez reconheceu que existem limitações no que se refere a infraestrutura dos estádios de alguns países, no entanto, garantiu não ter ocorrido nenhum problema na implementação do VAR no ano passado, em que o sistema estreou. Além disso, o presidente da Conmebol defendeu a centralização da aplicação do árbitro de vídeo, em que todas as jogadas são revisadas na sede da Conmebol, em Luque, no Paraguai, onde está sendo construída uma sala técnica de arbitragem.

Sul-Americana: Corinthians pela Lara; Fluminense pega pedreira

A Conmebol realizou na noite de segunda-feira (13), em Luque, no Paraguai, o sorteio segunda fase da Copa Sul-Americana. O Fluminense foi quem ‘ganhou’ o adversário mais complicado, o Atlético Nacional da Colômbia.

LOTERIA

Apostador da Mega-Sena já buscou os R$ 289 milhões

O apostador único da Mega-Sena que faturou R$ 289,4 milhões no último sábado (11) já retirou o seu prêmio em uma das agências da Caixa Econômica Federal. O vencedor efetuou o jogo pelo internet banking de uso exclusivo dos correntistas da Caixa. Por questões de segurança do cliente e de sigilo bancário, não será revelado nenhum tipo de informação do ganhador. O próximo sorteio da loteria acontece amanhã, e deve pagar R$ 3 milhões para quem acertar as seis dezenas.