Resumo das principais notícias desta quinta-feira 07 de novembro

Por Jornalismo Rede Nova - 07/11/2018

Senado inclui na pauta de votação reajuste para ministros do STF e procurador-geral

O Senado decidiu nesta terça-feira (6) incluir na pauta de votação a análise de dois projetos que preveem reajuste para ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e para o procurador-geral da República. Na prática, com a decisão, o reajuste já pode ser votado no plenário a partir desta quarta-feira (7). Para a votação acontecer, porém, o presidente da Casa, Eunício Oliveira (MDB-CE), terá de designar um senador para relatar os projetos em plenário. Ou seja, deverá opinar favoravelmente ou contrariamente ao reajuste. Depois disso, o texto será votado. Apresentados pelo STF e pela PGR, os dois projetos foram aprovados pela Câmara em 2016. Os textos preveem que, a partir de junho de 2016, os salários de ministros do STF e do procurador-geral da República passariam de R$ 33,7 mil para R$ 36,7 mil e, a partir de janeiro de 2017, R$ 39,2 mil. Caberá ao relator designado por Eunício Oliveira propor a partir de quando os reajustes vão valer ou se a diferença acumulada até a aprovação do projeto será paga de forma retroativa.

Dodge quer suspender habeas corpus dados por Gilmar

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu a imediata suspensão de decisões proferidas pelo ministro do STF Gilmar Mendes de revogação de prisões provisórias do ex-governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), de investigados na operação Rádio Patrulha e de outras pessoas que pediram a extensão da medida.

Presidente eleito diz que Itamaraty ficará com diplomata

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou nesta terça-feira, 6, que pretende escolher um diplomata de carreira como ministro das Relações Exteriores. “Será um diplomata. Poderia nomear um militar, mas quero quadro de carreira”, disse. Sem assessoramento claro na área internacional, Bolsonaro acenou à diplomacia do Itamaraty em meio a uma crise com países do mundo árabe provocada pelo anúncio de que pretende transferir a Embaixada do Brasil de Tel-Aviv para Jerusalém. A troca, se confirmada em seu governo, será um sinal de que o Brasil reconhece a cidade santa, foco do conflito com a Palestina, como capital de Israel – a exemplo do que fez Donald Trump alterando a sede da embaixada dos EUA. O Estado da Palestina também reivindica Jerusalém como capital.

Equipe de transição anuncia primeira mulher no grupo 

Depois de oficializar 28 homens na equipe de transição do presidente eleito, Jair Bolsonaro, a equipe dele anunciou na terça-feira (6) que vai incluir na próxima lista de nomeações pelo menos uma mulher. Márcia Amarilio da Cunha Silva, que é tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, cuidará de assuntos relacionados à segurança pública.

Moro diz que Lula recorre a ‘álibi falso’

Na primeira entrevista coletiva após aceitar assumir o Ministério da Justiça e da Segurança Pública no governo de Jair Bolsonaro (PSL), o juiz Sérgio Moro disse nesta terça-feira (6) que ainda busca um meio-termo com o presidente eleito para definir como será seu trabalho na pasta. Sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Moro disse que a prisão não teve nenhuma relação com a corrida eleitoral e que a ideia de que o ex-presidente é um preso político é um “álibi falso”. “O ex-presidente foi condenado e preso porque cometeu um crime e não por conta das eleições.”

Após polêmica, SBT tira do ar vinheta que lembra a ditadura

O SBT passou a exibir nesta terça (6) uma série de vinhetas de tons nacionalistas durante a sua programação. Em uma delas, o hino nacional é tocado enquanto é exibido o slogan da ditadura “Brasil, ame-o ou deixe-o”. Com a repercussão negativa e uma onda de críticas na internet, essa mensagem específica foi tirada do ar. A frase ficou marcada como parte da propaganda estatal do governo de Emílio Garrastazu Médici, que governou o país de 1969 a 1974.

SP: jovens mortos pela PM não reagiram

Após analisar laudos periciais, as armas envolvidas no crime e ouvir testemunhas, a Ouvidoria da Polícia do Estado de São Paulo afirma que não houve confronto armado na ocorrência registrada no dia 6 de outubro, no Jaguaré, zona oeste de São Paulo, em que quatro adolescentes foram mortos por policiais militares após uma perseguição. Para a Ouvidoria, há “indícios fortes” de que os adolescentes foram mortos sem atirar contra os policiais.

Goleiro Bruno é inocentado em caso de vídeo com mulheres

O goleiro Bruno, preso desde 2010 pela morte de Eliza Samúdio e pelo cárcere privado do filho Bruninho, foi absolvido no processo administrativo disciplinar instaurado para apurar o caso do vídeo, divulgado no mês passado, em que ele aparece ao lado de mulheres em um bar no momento em que deveria estar prestando serviços a uma entidade de apoio aos detentos. Após ouvir testemunhas, a conclusão de uma comissão foi de que ele não cometeu irregularidades ao se encontrar com duas mulheres e ser flagrado com uma lata de cerveja sobre a mesa.

Trump perde maioria na Câmara, mas mantém Senado

Seguindo a tendência de eleições anteriores de meio de mandato presidencial, o partido da oposição recuperou a maioria das cadeiras da Câmara dos Representantes na madrugada desta quarta (7) nos Estados Unidos. Até as 4h40, 00h40 na costa leste dos EUA, os democratas haviam ganhado 206 vagas contra 188 republicanos. No Senado, os republicanos já ultrapassaram as 50 vagas necessárias para definir a maioria.

Urnas quebradas e chuvas atrapalham eleição nos EUA

As eleições desta terça-feira (6) nos Estados Unidos não foram nada tranquilas. Problemas nas urnas eletrônicas impediram centenas de eleitores de votar em 12 estados. Longas filas debaixo de chuva, provocadas por atrasos na abertura das seções, e dificuldades para a eleitores se identificarem provocaram reações de grupos de defensores do direito ao voto e brigas entre candidatos. Na votação de hoje, os americanos decidirão a quem darão a maioria das cadeiras da Câmara dos Deputados, atualmente sob controle do Partido Republicano de Donald Trump. Também escolherão os componentes de um terço do senado e os governadores de 36 dos 50 estados americanos.

Potenciais jurados são descartados para júri de El Chapo

O conjunto de possíveis jurados para o julgamento do chefe do narcotráfico mexicano Joaquin ‘El Chapo’ Guzman continuou a encolher na terça-feira, com o corte de dez pessoas, sendo que duas delas expressaram medo em relação às suas seguranças e de outra se manifestou como um “fã” do acusado. Guzman já liderou o Cartel de Sinaloa, baseado no Estado mexicano de Sinaloa, que se tornou uma das mais poderosas organizações de tráfico de drogas no mundo. Seu julgamento deve durar semanas.

FUTEBOL

JOGO DE HOJE

Copa Sul-Americana

21h45 – Atlético-PR x Fluminense

LOTERIA

Mega-Sena acumulada deve pagar R$ 22 milhões

Acontece nesta quarta-feira (7) o concurso 2.095 da Mega-Sena. O sorteio será às 20h, horário de Brasília, e deve pagar R$ 22 milhões para quem acertar as seis dezenas. As apostas podem ser feitas até uma hora antes do sorteio.