Relator na CCJ recomenda rejeição da denúncia contra Temer

Por Jornalismo Rede Nova - 10/10/2017

Bonifácio de Andrada sugeriu que Câmara negue andamento das acusações de organização criminosa e obstrução de Justiça. Votação do relatório na CCJ é prevista para semana que vem.

Deputado Bonifácio de Andrada
Deputado Bonifácio de Andrada

O deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), relator da denúncia contra o presidente Michel Temer recomendou, nesta terça-feira (10), que a Câmara rejeite o prosseguimento do processo.

A denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR) envolve os crimes de obstrução de Justiça e organização criminosa. Pela Constituição, para que o Supremo Tribunal Federal (STF) decida se processa o presidente e os ministros, é exigida a autorização da Câmara.

O parecer de Bonifácio ainda passará por votação na CCJ, antes de seguir para o plenário principal da Câmara. Se for derrotado, outro relator será indicado para a apresentação de um novo texto, que represente a posição majoritária da comissão.

“Conclui-se pela impossibilidade de se autorizar o prosseguimento dessa denúncia contra o presidente Michel Temer”, afirmou o deputado, após quase uma hora de leitura.

Depois de se debruçar sobre a denúncia contra Temer, o relator passou a analisar a denúncia contra os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria Geral).

Após a leitura, os advogados de defesa dos acusados terão direito a fala pelo mesmo tempo usado pelo relator. Em seguida, é esperado um pedido de vista, concedendo mais tempo para que os deputados analisem o relatório. Com isso, a votação do parecer deve ser feita na semana que vem.