Principais notícias desta quinta-feira 23 de novembro

Por Jornalismo Rede Nova - 23/11/2017

Reforma da Previdência

A nova proposta de reforma da Previdência defendida pelo governo do presidente Michel Temer mantém as idades mínimas para aposentadoria aprovadas em comissão especial da Câmara dos Deputados. Pela proposta, as idades mínimas para aposentadoria serão de 62 anos para mulheres e de 65 anos para homens. Os trabalhadores que quiserem receber o teto da aposentadoria terão de contribuir por 40 anos.

Relator-Arthur-Maia-fez-algumas-alterações-à-proposta-enviada-pelo-governo-sobre-a-reforma-da-Previdência

STF vota foro privilegiado

A restrição ao foro privilegiado volta à pauta do STF nesta quinta-feira (23). O relator da ação, ministro Luís Roberto Barroso, defende a restrição do foro apenas para crimes cometidos durante o exercício do mandato e se estiver relacionada com as funções desempenhadas no cargo.

Troca de ministros

O presidente Temer decidiu adiar a troca do articulador político de seu governo depois do vazamento da informação de que ele havia escolhido o deputado Carlos Marun (PMDB-MS) para o posto. A mudança havia sido confirmada em caráter reservado antes que o presidente tivesse discutido a substituição com o atual ministro da Secretaria de Governo, o tucano Antonio Imbassahy.

Deputados do RJ afastados

O ministro Edson Fachin, do STF, pediu a inclusão na pauta do plenário da Corte do julgamento da ação ajuizada pela PGR para suspender a resolução aprovada pela Alerj que revogou as prisões dos deputados Jorge Picciani – presidente da Casa -, Paulo Melo e Edson Albertassi, todos do PMDB. Agora caberá à presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, definir quando a ação será julgada pelos 11 ministros.

ministro-stf-edson-fachin-20170202-0003

PSOL pede cassação de Picciani, Albertassi e Melo

Os deputados do Rio de Janeiro Jorge Picciani, Edson Albertassi e Paulo Melo, todos do PMDB, que estão presos na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, Zona Norte da capital fluminense, por suspeita de corrupção envolvendo empresas de ônibus, também passaram a ser alvo, nesta quarta-feira (22), de denúncia por quebra de decoro. A ação foi protocolada, de acordo com informações de O Globo, por deputados do PSOL, no Conselho de Ética da Assembleia Legislativa do estado (Alerj). O partido ainda pede que, se comprovadas as acusações, os políticos sejam cassados. O presidente do Conselho de Ética é o deputado Edson Albertassi, mas o PMDB deve indicar outro deputado ao cargo. A Mesa Diretora tem cinco dias úteis para encaminhar a denúncia. A partir de então, o processo é instaurado e um relator para o caso é designando.

Delator acusa Garotinho

O empresário André Luiz da Silva Rodrigues informou ao MP que sua empresa realizou um contrato simulado com a JBS para viabilizar a doação de R$ 3 milhões para a campanha do ex-governador do Rio, Anthony Garotinho (PR). Rodrigues procurou a PF para fazer a delação, que embasou a prisão preventiva de Garotinho, de sua mulher Rosinha Garotinho, e outras sete pessoas na quarta-feira.

© VEJA TSE mantém Rosinha inelegível
© VEJA TSE

Mega-Sena acumula e vai a R$ 60 milhões

Aconteceu, na noite de quarta-feira (22) o sorteio do concurso 1990 da Mega-Sena. Pela sétima vez seguida, nenhum apostador acertou os seis números e o prêmio máximo do próximo sábado (25) acumulou para R$ 60 milhões. Confira as dezenas sorteadas: 11 – 24 – 26 – 34 – 37 – 59.

Submarino desaparecido

A Marinha argentina informou na quarta-feira que investiga um ruído detectado no oceano Atlântico cerca de três horas após a última comunicação com o submarino ARA San Juan, desaparecido há sete dias. (Via AFP)

Libertadores: Grêmio sai na frente em final

Dois jogadores que saíram do banco brilharam e Cícero, após assistência de Jael, fez o gol que colocou o Grêmio na frente do Lanús na decisão da Libertadores. Após a magra vitória em Porto Alegre, o Tricolor irá para a Argentina jogando por um empate para ficar com o título mais importante do continente.

Jogos-do-Brasileirao-4-