Operação Reciclagem: Gaeco cumpre mandados para apurar suspeita de corrupção na coleta de lixo em 7 cidades de SC

Por Jornalismo Rede Nova - 12/04/2018

A Operação Reciclagem, deflagrada pela Procuradoria-Geral de Justiça na manhã de terça-feira (10), está na fase da escuta das testemunhas. Ela visa investigar a suposta corrupção na coleta de lixo em municípios catarinenses. Com apoio do Gaeco/SC (Grupo Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas de Santa Catarina), foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão em empresas e em casas nos municípios de Bombinhas, Gaspar, Rio do Sul, Timbó, Ituporanga, Rio do Sul e Lontras.

Também foram cumpridas mais quatro ordens judiciais para o acesso imediato a documentos em órgãos públicos nas prefeituras de Bombinhas, Rio do Sul e Ituporanga e no CIMVI (Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí), em Timbó. Todos os mandados foram expedidos pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina a pedido da Subprocuradoria-Geral Jurídica.

As investigações do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) estão em andamento desde abril de 2017. Entre os investigados estão servidores públicos, empresários e pessoas ligadas ao ramo da coleta de resíduos.