Fique bem informado: Principais Destaques de Hoje

Por Jornalismo Rede Nova - 11/07/2017

Votação da reforma trabalhista será hoje

A presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, rejeitou nesta segunda-feira (10) um mandado de segurança do senador Paulo Paim (PT-RS) que pedia a suspensão da tramitação da reforma trabalhista (PLC 38/2017). Dessa forma, o projeto continua na pauta do Plenário do Senado para ser votado nesta terça-feira (11).

67182154_Brasil-Brasilia-BsB-DF-26-04-2017Camara-dos-Deputados-reunida-para-apreciar-reforma

Governo aposta em trocas na CCJ contra relatório sobre denúncia

Deputados de oposição celebraram o parecer favorável do deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ) à aceitação da denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer. Já os governistas disseram acreditar que as trocas feitas na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara derrubarão o relatório apresentado por Zveiter.

seegiozveiter

Tasso Jereissati diz que não há consenso sobre permanência do PSDB no governo

Lideranças do PSDB reuniram-se na noite de ontem (10), no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, para discutir os rumos do partido diante da atual conjuntura política.  O senador e presidente em exercício do partido, Tasso Jereissati (CE), disse que não existe um consenso dentro do partido sobre a permanência no governo do presidente Michel Temer.

Queda de avião mata 16 nos Estados Unidos

Um avião militar caiu no estado americano do Mississippi, matando as 16 pessoas que estavam a bordo, informou a agência local de emergências, citada pela rede CNN. O jornal local Clarion-Ledger informou que um US Marine Corps C-130, um avião de abastecimento, caiu em uma plantação de soja no limite dos condados de Sunflower e Leflore.

aviao-militar-mississippi-estados-unidos-queda-1200x600

Sport vai a Justiça caso Diego Souza não retorne

O Sport está confiante de que o pedido de Diego Souza para não atuar contra o Coritiba, nesta segunda-feira, não tem ligação com a negociação do atleta com o Palmeiras. O presidente do Leão, Arnaldo Barros, acredita que o meio-campista teve mesmo problemas pessoais, mas admitiu que, se o atleta não retornar ao clube, irá buscar uma resolução na Justiça.