Fique bem informado com as principais notícias desta terça-feira 04 de dezembro

Por Jornalismo Rede Nova - 04/12/2018

Cabral é condenado, e penas somam quase 200 anos

O juiz Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, condenou nesta 2ª feira (3.dez.2018) o ex-governador do Estado Sérgio Cabral a 14 anos e 5 meses de reclusão em regime fechado, por lavagem de dinheiro, favorecimento a ex-mulher Susana Neves Cabral e seu irmão, Maurício de Oliveira Cabral Santos, e recebimento de propina. Com a condenação, as penas de Cabral chegam a 197 anos e 11 meses de reclusão.

Bolsonaro chega a Brasília para reuniões com MDB e PRB

Jair Bolsonaro chegou na manhã desta 3ªfeira (4.dez.2018) a Brasília para 1 dia de reuniões. O presidente eleito tem encontros marcados com a ministra Tereza Cristina (Agricultura) e com as bancadas do MDB e PRB. As reuniões serão realizados no CCBB (Centro Cultura Banco do Brasil) e terão a presença do futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Esta é a 5ª viagem de Bolsonaro à capital. Ele veio acompanhado do deputado federal eleito Hélio Bolsonaro e do senador Flávio Bolsonaro.

Governo Bolsonaro deve ter 22 ministérios

O futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, confirmou na segunda-feira (3) a estrutura ministerial com 22 pastas. O presidente eleito deve anunciar nesta semana os ministros do Meio Ambiente e dos Direitos Humanos.

Ministro diz que Bolsonaro sofreu novas ameaças

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Sérgio Etchegoyen, disse ontem que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, sofreu novas ameaças nos últimos 15 dias. Contudo, ele não citou a origem das ameaças. De acordo com o ministro, ainda não há a definição se o presidente eleito irá ou não desfilar em carro aberto no dia da posse, em 1º de janeiro.

MP faz megaoperação contra integrantes de facções em 15 estados

Quinze estados são alvos de uma megaoperação, nesta terça-feira (4), que tem o objetivo de combater o crime organizado no país. Participam da ação dez Grupos de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (GAECOs) do Ministério Público (MP). O Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNOC) é o responsável pela coordenação da operação. A missão é cumprir 266 mandados de prisão e 203 de busca e apreensão no Acre, Alagoas, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins. Não foi divulgado nenhum balanço, até o momento, referente ao número de detenções.

Após crises com Temer, PF de Moro vai priorizar crimes de políticos

Sob o comando do futuro ministro da Justiça, Sergio Moro, a nova direção da Polícia Federal pretende reestruturar e reforçar o grupo responsável por investigar perante o STF (Supremo Tribunal Federal) crimes cometidos por ministros e políticos em exercício do mandato. O setor é tido como essencial para o combate à corrupção, bandeira que Moro, indicado para o cargo pelo presidente eleito Jair Bolsonaro, definiu como prioridade. A decisão da equipe de Moro é uma reação à crise a que passa o grupo, conhecido pela sigla SINQ (Serviços de Inquéritos Especiais) desde a gestão do delegado Fernando Segovia.

STF julga novo pedido de liberdade para Lula

O Supremo irá se pronunciar nesta terça-feira (4) sobre um novo pedido de liberdade para o ex-presidente Lula, preso desde abril por corrupção, embora o recurso tenha poucas chances de êxito, como já ocorreu com os anteriores. Neste novo pedido de habeas corpus, os advogados de Lula argumentam que o juiz Sérgio Moro, autor de sua condenação em primeira instância, agiu por “motivações políticas”.

Dodge liga Temer e ministros a esquema de corrupção

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, recorreu na segunda-feira (3) de uma decisão do ministro do STF Edson Fachin que remeteu parte de um inquérito sobre os ministros Moreira Franco (Minas e Energia) e Eliseu Padilha (Casa Civil) para a Justiça Eleitoral, e não para a criminal. O inquérito também tem como alvo o presidente Michel Temer e apurou um jantar no Palácio do Jaburu, em 2014, onde teria sido acertada propina.

SP: desaparecido na ditadura é identificado após 47 anos

O corpo do ex-bancário e líder sindical Aluísio Palhano Pedreira Ferreira foi identificado 47 anos após seu desaparecimento durante a ditadura militar brasileira. A ossada dele estava na vala comum descoberta nos anos 1990 no cemitério Dom Bosco, no bairro paulistano de Perus. A identificação foi anunciada durante o 1º Encontro Nacional de Familiares, promovido em Brasília pela Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos (CEMDP), ligada ao governo federal.

França: protestos bloqueiam estradas

As ações de protesto dos “coletes amarelos” contra a política fiscal e social do presidente Emmanuel Macron continuaram na segunda-feira (3) em toda a França, pela terceira semana consecutiva. Os bloqueios de vários depósitos de combustível em todo o país causaram ontem os primeiros relatos de falta de gasolina. O tráfego foi interrompido em muitas estradas francesas, onde os manifestantes instalaram barreiras para impedir a circulação.

FUTEBOL

Corinthians deve anunciar Carille nesta terça 

Depois de comunicar a saída de Jair Ventura, o Corinthians dá os últimos passos para confirmar o retorno do técnico Fábio Carille para comandar o time a partir de 2019. Se tudo ocorrer como previsto, o acordo será fechado nesta terça-feira, quando o clube pretende anunciar a contratação. Para isso, terá de pagar a multa rescisória ao Al-Wehda, da Arábia Saudita, a última pendência. O valor é de 700 mil dólares (cerca de R$ 2,7 milhões).

Modric quebra hegemonia e vence a Bola de Ouro 2018

Modric interrompeu por completo a hegemonia de Messi e Cristiano Ronaldo no mundo do futebol. Nesta segunda-feira, o meia croata foi premiado com a Bola de Ouro, prêmio de melhor jogador do mundo concedido pela revista francesa France Football. Em setembro, Modric já havia vencido o The Best, organizado pela Fifa. Ao vencer a Bola de Ouro, Modric se tornou o primeiro jogador a desbancar Messi e Cristiano Ronaldo desde a primeira conquista do português. Entre 2008 e 2017, CR7 e Messi monopolizaram a disputa pelo posto de melhor do mundo, com cinco conquistas para cada. O último jogador a vencer a dupla foi o brasileiro Kaká, vencedor do prêmio em 2007.

LOTERIA

Mega-Sena paga R$ 10 milhões hoje

A Mega-Sena pode pagar até R$ 10 milhões a quem acertar as seis dezenas sorteadas nesta terça-feira (4). O sorteio do concurso 2.103 ocorrerá às 20h, horário de Brasília). Esta semana terá, excepcionalmente, três concursos, como parte da “Mega Semana de Verão”. Além do sorteio dessa terça, haverá um outro na quinta (6) e mais um no sábado (8). Normalmente, eles ocorrem apenas às quartas e sábados.