Dia D de mobilização contra o sarampo e pólio é neste sábado, dia 18

Por Jornalismo Rede Nova - 15/08/2018

Saúde de Mafra aponta para a baixa procura pela vacina contra o sarampo e alerta que a falta de imunização deixa as crianças suscetíveis à doença que pode ser fatal

Desde o dia 06 de agosto o Brasil está em campanha de vacinação contra o sarampo e a poliomielite. Em Mafra, a Secretaria de Saúde de Mafra faz um apelo aos pais para que levem seus filhos de 1 ano a 4 anos (4 anos 11 meses e 29 dias) às salas de vacinação para tomarem as vacinas contra o sarampo (VTV) e pólio (poliomielite). O horário de atendimento das ESFS é das 7 às 16 horas e o endereço das mesmas pode ser encontrado no site da prefeitura.

Campanha-de-vacinação-contra-sarampo-e-pólio-777x401

Imunização no alvo

No dia 18, próximo sábado, Dia D de mobilização, todas as ESFs atendem das 8 às 17 horas. A Saúde conclama que os pais ou responsáveis levem seus filhos para tomar as doses de vacinas. Vale lembrar que é importante levar a carteirinha de vacinação da criança. No dia 15, quarta-feira, equipe da Saúde estará na ESF Osvaldo Sampaio, realizando a vacinação itinerante, uma vez que esta unidade não possui sala de vacinação. Das 8h30 às 9h15 a equipe estará na localidade de Caillet; das 9h30 às 10h15 no Brito; das 10h45 às 11h30 em Barracas e das 13h30 às 14h30 no Butiá dos Taborda.

Baixa procura

De acordo com a secretaria, nesta primeira semana, a procura foi baixa, atingindo apenas 12% deste público (dados apurados até a última segunda-feira, 13), sendo aplicadas 358 doses de VTV (Tríplice Viral) e 371 de pólio. (Vide tabela com dados de 06 a12 de agosto). Há no município 2945 crianças que devem tomar estas vacinas e a meta da saúde de Mafra é atingir 95% do público-alvo. A secretária da pasta, Jaqueline Fátima Previatti Veiga, explicou que sem a imunização correta, há o risco das doenças ressurgirem e que a prevenção é feita somente através da vacinação.

“Reforçamos a importância da vacinação. O objetivo da campanha é contribuir para a manutenção da cobertura vacinal e para a redução do risco de reintrodução dos vírus da pólio e a propagação do vírus do sarampo”, disse. Segundo a Enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Francesli Pereira Heilmann, para atingir a meta estipulada, os técnicos de saúde das unidades realizam busca ativa de crianças e orientam os pais a levá-las a uma unidade de saúde para serem vacinadas. “Pretendemos garantir que as crianças estejam imunizadas, protegidas. O sarampo é uma doença infecciosa, transmissível e extremamente contagiosa. Em alguns casos pode evoluir com complicações e levar à morte. Por esses motivos que conclamamos a população a participar da campanha – pais, avós, tios, padrinhos, irmãos mais velhos – todos devem ter consciência da importância de vacinar as crianças menores de 5 anos”, pediu a enfermeira. 

Sarampo avança no Brasil

O Informe nº 17 – 2017/2018 – do Ministério da Saúde, até o momento, no Brasil, além dos surtos de sarampo nos estados do Amazonas e Roraima, cinco Unidades Federadas também confirmaram casos de sarampo: 14 casos no Rio de Janeiro, 13 casos no Rio Grande do Sul, dois casos no Pará, um caso em São Paulo, e um caso em Rondônia, totalizando 1.100 casos confirmados de sarampo no Brasil. “Esses dados mostram que existe a necessidade de unir esforços para manter o país livre dessa doença e a melhor forma é a imunização por meio da vacina”, concluiu a enfermeira. 

Serviço: 

CAMPANHA NACIONAL DE VACINAÇÃO CONTRA A POLIOMIELITE E O SARAMPO

Faixa etária: de 1 ano a menores de 5 anos (4 anos 11 meses e 29 dias)

Período: até o dia 31 de agosto

Onde: em todas as unidades de saúde do município

Horário: das 7 às 16 horas

Lembrete: Levar a carteirinha de vacinação da criança

DIA D DE MOBILIZAÇÃO

Quando: 18 de agosto – sábado

Horário: das 8 às 17 horas

Onde: em todas as unidades de saúde do município

Mais informações: Secretaria Municipal de Saúde / 3645-3931, Vigilância Epidemiológica / 3642-5867 e nas ESFs.

Fonte: Prefeitura Municipal de Mafra/SC