Alta temporada deve movimentar 21,9 milhões de passageiros nos aeroportos da Infraero

Por Jornalismo Rede Nova - 04/01/2018

A Infraero estima que 21 milhões e 900 mil passageiros passem pelos aeroportos da Rede até 19 de fevereiro de 2018, período que compreende a alta temporada.

Este número representa cerca de 4,6% a mais que o movimento do ano passado, quando 20 milhões e 900 mil pessoas chegaram e partiram nos mesmos terminais.

E para garantir a fluidez, o conforto e a segurança das operações para quem vai viajar de avião neste período, a Infraero fez manutenções preventivas em equipamentos, reforçou suas equipes de trabalho e intensificou a fiscalização das áreas de embarque e desembarque dos seus aeroportos.

O superintendente de Gestão da Operação da empresa, Marçal Goulart, explica como é feito esse trabalho de monitoramento das instalações dos aeroportos para melhorar o fluxo operacional e aprimorar o atendimento aos passageiros e aeronaves.

“Nós temos dois tipos de monitoramento. O pontual, o aeroportuário, e nós temos o monitoramento estratégico, onde o corpo estratégico, a diretoria executiva, ela atua com maior agilidade e caso de necessidades. Hoje, os 16 principais aeroportos estão contemplados com CGA, Centro de Gerenciamento Aeroportuário, que é uma central criada dentro de um aeroporto onde todos os entes interessados possuem representatividade. Ali, a informação é real time e essa informação serve para gente antecipar que venham viabilizar os fluxos. E aí, o aeroporto tem a garantia de funcionalidade com maior agilidade. E o Nago, recebe as informações de ocorrências que acontecem no aeroporto e ele passa para o corpo estratégico para deliberar orientações aos aeroportos para que os problemas sejam resolvidos na forma mais rápido possível”.

Marçal Goulart também alerta para os direitos e deveres de quem vai viajar.

“É muito importante que o passageiro chegue com uma determinada antecedência para que ele esteja disponível a executar alguns processos necessários para a sua viagem. O indicado, principalmente se for um grande aeroporto, é que ele chegue com duas horas de antecedência, para despachar sua mala, passar pelo check in, pegar seu cartão de embarque, verificação documental e depois passar pelo procedimento de inspeção que são os dois tramites que requer um tempo maior para que ele seja cumprido”.

Durante todo o período, funcionários identificados pelo colete amarelo estarão de prontidão nos saguões e áreas públicas dos aeroportos para tirar dúvidas sobre horários de voos, portões de embarque e fazer outros esclarecimentos aos passageiros.