Flamengo demite Carpegiani e Rodrigo Caetano após eliminação no Carioca

Por Jornalismo Rede Nova - 29/03/2018

Paulo César Carpegiani não é mais o técnico do Flamengo. Ele foi demitido na tarde desta quinta-feira, um dia após a equipe rubro-negra ter sido eliminada da semifinal do Campeonato Carioca. Rodrigo Caetano, diretor executivo de futebol, também foi demitido.

Segundo apurou a reportagem, Zinho e Alessandro Nunes, atualmente funcionário do Corinthians, são os favoritos da diretoria do Flamengo para o lugar de Caetano.

Rodrigo Caetano foi contratado pelo Flamengo no final de 2014 e começou a trabalhar para valer a partir de janeiro de 2015. Durante a gestão dele no futebol, o time rubro-negro foi campeão do Estadual de 2017 e vice-campeão da Copa Sul-Americana no mesmo ano. Brigou pelo título do Brasileiro de 2016, mas terminou a competição na terceira colocação.

Já Paulo César Carpegiani foi contrato em janeiro de 2018, substituindo Reinaldo Rueda, que assumiu a seleção chilena. Foram 17 jogos, com 11 vitórias, três empates e três derrotas.

O Flamengo foi derrotado pelo Botafogo por 1 a 0, no estádio do Maracanã. O único gol do duelo foi marcado por Luiz Fernando. O time da Gávea jogava pelo empate, mas não conseguiu sustentar a vantagem, adquirida por ter vencido a Taça Guanabara.